Corpo de orca é encontrado com número recorde de produtos químicos tóxicos

Corpo de orca é encontrado com número recorde de produtos químicos tóxicos

Uma orca encontrada morta em uma ilha escocesa possui um número recorde de produtos químicos tóxicos em seu corpo.

Um postmortem da baleia, conhecida como Lulu, revelou que sua gordura continha 100 vezes mais poluentes policlorados bifenilos (PCBs) do que o que normalmente provocaria problemas de saúde em animais marinhos, segundo informações do Evening Standard.

Lulu foi descoberta em 2016, na ilha escocesa de Tiree, após ter ficado presa em cordas usadas por pescadores.
Porém, agora os cientistas acreditam também que as toxinas podem ter desempenhado um papel em sua morte, enfraquecendo a orca.

Andrew Brownlow, responsável pelo Scottish Marine Animal Stranding Scheme disse à BBC que Lulu tinha “níveis chocantes de PCBs”.

Produtos químicos sintéticos que contêm PCBs têm sido amplamente usados em plásticos para pinturas e equipamentos elétricos desde o século passado e podem ser encontrados também em aterros sanitários.

Infelizmente, os danos provocados pela poluição humana nos oceanos provocam a morte de inúmeros e belos animais como Lulu.

 

Fonte: ANDA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s