Investigação da CNN expõe ocorrência desenfreada de trabalho escravo em fazendas brasileiras

Investigação da CNN expõe ocorrência desenfreada de trabalho escravo em fazendas brasileiras

Uma investigação recente divulgada pela CNN revelou a ocorrência desenfreada de trabalho escravo de humanos em fazendas brasileiras que exploram bois e vacas.

Uma investigação recente divulgada pela CNN revelou a ocorrência desenfreada de trabalho escravo de humanos em fazendas brasileiras que exploram bois e vacas.

Como uma prática rotineira, os operadores de fazendas atraem as pessoas com a promessa de um trabalho remunerado, porém os encurralam em um sistema de dívidas no qual o pagamento é deduzido de refeições – que eles recebem uma vez por dia – e pelas miseráveis acomodações.

Um trabalhador de 69 anos, Luiz Carlos da Silva, não recebeu seu salário durante dois anos. “Fui um inspetor por quase 20 anos e esse é realmente um dos piores casos que eu já vi”, disse o inspetor veterano do Ministério do Trabalho Marcelo Gonçalves Campos.

Dos 50 mil trabalhadores brasileiros resgatados da escravidão moderna em todas as indústrias por unidades móveis organizadas por vários grupos desde 1995, Campos afirmou que um terço – ou 16.816 pessoas – é originário de fazendas.

“Poucos consumidores suspeitam de que a extrema exploração de trabalho é uma parte arraigada dessa cultura”, diz a reportagem de Shasta Darlington.

Em adição ao trabalho escravo humano, um relatório recente compilado pela organização ambiental Mighty Earth revelou que as empresas que fornecem alimentos para a agropecuária a partir de plantações de soja no Brasil – particularmente o Burger King – têm ativamente colaborado com o grande desmatamento da floresta Amazônica e de pastagens nativas.

Fonte: ANDA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s