Varejista anuncia fim das vendas de produtos feitos com pele de coelhos angorá

Varejista anuncia fim das vendas de produtos feitos com pele de coelhos angorá

A varejista norte-americana Overstock removeu todos os produtos feitos com a pele de coelhos angorá de seu inventário. Esta é a mais recente companhia, dentre mais de 230 outras empresas, a anunciar publicamente a proibição da venda de pele de angorás.

A Overstock tomou a decisão “depois ser educada pela PETA que coelhos gentis gritam de dor e entram em choque quando sua pele é arrancada em fazendas de angorá”.

000000000000000000000000000000000000.png

“A PETA é informada diariamente sobre pessoas que querem fazer compras veganas e apoiar varejistas que compartilham seus valores”, disse a diretora do grupo, Anne Brainard, em um comunicado.

“A decisão amável da Overstock mostra que consumidores e empresas estão rejeitando uma indústria que esfola coelhos sem analgésicos”, completou.

Outros varejistas que proibiram a venda de angorás incluem a Anthropologie, ASOS, Calvin Klein, conexão francesa, Gap Inc., Ralph Lauren, Tommy Hilfiger, Zappos e Zara entre outros.

Em setembro de 2016, o grupo francês de direitos animais One Voice divulgou uma chocante filmagem secreta mostrando o tratamento dos coelhos angorá criados por suas peles, reportou o World Animal News.

As imagens horríveis que foram capturadas em seis fazendas em toda a França durante um período de seis meses mostraram fazendeiros impiedosos rasgando a pele macia dos corpos dos belos animais, que são condenados a uma vida de isolamento em pequenas e imundas gaiolas de arame.

Lamentavelmente, os pelos dos coelhos são arrancados violentamente em um esforço para obter as fibras mais longas possíveis e, portanto, lucros cada vez mais altos.

“É muito difícil. Os coelhos estão com dor, estão em choque e gritam”, disse Muriel Arnal, presidente e fundadora da One Voice em um artigo no Independent.

Os objetivos da One Voice são acabar com experimentos com animais, uso de animais em circos e proteger animais domésticos e aqueles explorados em fazendas.

Esses animais doces e inocentes são esfolados vivos em nome de uma moda bárbara e ultrapassada. Se o público soubesse o que acontece com os coelhos que são torturados para fazer um suéter ou um chapéu, dificilmente iria contribuir com esse terror.

Fonte: ANDA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s