Panda arranha paredes de zoo em tentativa desesperada de encontrar seu bebê

Panda arranha paredes de zoo em tentativa desesperada de encontrar seu bebê

Ativistas pelos direitos animais divulgaram imagens tocantes que mostram um panda fêmea gigante extremamente angustiado arranhando as paredes de um zoológico para encontrar seu bebê, que foi arrancado dele.

Panda arranha paredes de zoológico para encontrar bebê

As cenas foram capturadas no National Smithsonian’s Zoo em Washington DC, nos Estados Unidos.

O panda Mei Xiang arranha uma parede em uma tentativa desesperada de se reunir com seu filhote, Bei Bei, que pode ser ouvido chorando.

Um vídeo anterior mostrou a mãe e o filhote juntos no zoológico, que faz parte do mundialmente famoso Smithsonian Instution, que atraiu mais de 28 milhões de visitantes em 2015.

Os ativistas disseram que a filmagem é comovente e criaram uma petição para que a mãe e o filho se reunissem.
De acordo com a Deadline News Agency, o zoológico insistiu que Bei Bei estava pronto para ser separado da mãe e disse que teria sido “prejudicial” mantê-los juntos.

Infelizmente, Bei Bei é considerado uma atração pelo local e, mesmo antes de seu nascimento em agosto de 2015, pessoas em todo o mundo viram sua mãe grávida na internet.

Em 2016, o filhote precisou fazer uma cirurgia de emergência para remover um bambu não digerido. Bei Bei foi separado da mãe em março, com 18 meses, e colocado em seu próprio recinto.

Visitantes do zoo recentemente divulgaram clipes que parecem mostrar Mei Xiang freneticamente tentando encontrar o bebê depois de ouvi-lo chamar por ela do outro lado.

Panda angustiada olha fixamente as paredes de zoo

Mei Xiang é vista de pé em suas duas patas traseiras e arranhando uma parede enquanto suporta esse grande sofrimento.

Outras imagens a mostram caminhando em seu recinto em uma aparente tentativa de localizar o filhote.

A câmera do zoo revelam que Bei Bei foi amamentado pela mãe no dia anterior à separação dos dois, apesar do estabelecimento dizer que ele havia sido desmamado.

Centenas de espectadores deixaram comentários depois de assistirem às cenas desoladoras.

“É tão doloroso testemunhar isso. Os seres humanos não têm o direito de fazer isso com qualquer animal vivo. Pobre mamãe panda. Ela tem que suportar isso porque o zoológico tomou a decisão com base no lucro, no ganho monetário”, disse Nan Uhlik.

“Os direitos do panda como alma viva, como mãe e filho, são pisoteados implacavelmente. Que mundo triste em que vivemos. Choro por eles, pela horrível conduta de nossa própria humanidade estimulada pela ganância, completou.
Helen Patel escreveu: “Cruel e repugnante. Zoo está errado por isso”.

Outro espectador disse: “Por que eles não podem permanecer juntos por um tempo? Eles ainda não estão prontos para isso. É de partir o coração”.

Bei Bei e Mei antes de serem separados

A separação e os vídeos fizeram um visitante criar uma petição pedindo ao Smithsonian Zoo que reunisse a mãe e o filho.

Ela atraiu quase três mil assinaturas, incluindo o apoio de Sarah Bexell, diretora de educação em proteção da Chengdu Research Base of Giant Panda Breeding.

“Tenho trabalhado com pandas gigantes há quase duas décadas. Smithsonian não pode ter uma escolha nisto, é algo sobre o qual devemos ter uma posição. Não há necessidade de mais pandas cativos e este é um enorme desperdício de recursos e um sofrimento extremo por parte de todas as mães e filhotes de panda gigantes confinados”, disse.

“Os EUA devem ser o melhor exemplo de cuidados humanitários de todas as espécies. Isso demonstra um flagrante desrespeito pela história natural e senciência de uma das espécies mais amadas e públicas na Terra. Com os pandas gigantes, temos mais alcance para ensinar o público sobre como cuidar adequadamente dos animais”, acrescentou.

A petição também foi assinada pelo veterinário Kati Loeffler, que é ex-diretor da organização Saúde Animal.

Fonte: ANDA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s